VOLTANDO AO ASSUNTO

Posted on Posted in Reflexões, Ronaldo Ventura

Já definimos o que é inteligência, mas isso é pouco. O que interessa é saber como aproveitá-la. Como expandi-la, e como utilizá-la de maneira… bem, inteligente. Porque você pode utilizar a inteligência de maneira burra. Por exemplo, a bomba atômica. Saber como criar uma arma que pode acabar com o mundo é inteligente, concordo. Mas criar realmente essa arma, convenhamos… não é preciso ser inteligente para saber que isso é uma péssima ideia.

A inteligência pode ser dividida em grandes grupos, que se interagem, e se afetam. De acordo com a Teoria das Inteligências Múltiplas, nós possuímos, atualmente, 09 inteligências.

Lógico-matemática – A capacidade de confrontar e avaliar objetos e abstrações, permite o raciocínio dedutivo.

Linguística ou Verbal– Além do domínio e apreço a idiomas, também tramita pelo estético e pela imaginação.

Musical ou Sonora – Identificável pela habilidade para reconhecer, compor e executar padrões sonoros e musicais.

Espacial – Se manifesta na compreensão do mundo visual, de forma a ser capaz de transformar, modificar percepções e recriar experiências.

Corporal-cinestésica – Capacidade de controlar e dinamizar as possibilidades físicas do corpo, possibilitando a execução fina dos movimentos.

Intrapessoal – É ser capaz de se conhecer. É a menos praticada pelo ser humano contemporâneo.

Interpessoal – Habilidade de entender o outro: suas intenções, motivações, e etc.

Naturalista ou Ecológica- Um dos mais novos conceitos aceito como inteligência. Se trata da capacidade de compreender e organizar os objetos, fenômenos e padrões da natureza.

Existencial – Ainda causa controvérsias… talvez, devido a sua intangibilidade, pois abrange a capacidade de refletir e ponderar sobre questões fundamentais da existência.

Irei apresentar uma a uma e ainda propor exercícios para que o ator possa evoluir dentro de si mesmo.

Obrigado e até semana que vem!

About Ronaldo Ventura
Ronaldo Ventura é um milionário excêntrico que as noites veste uma fantasia de homem morcego e combate o crime. De dia, ele dirige espetáculos e escreve peças. conheça seu trabalho em www.ronaldoventura.com