NEM SÃO “TANTAS EMOÇÕES” ASSIM…

Posted on Posted in Artigos, Ronaldo Ventura

“Mais de você em você mesmo” – mais do que slogan de cursinho pré-vestibular; essa frase sintetiza um pouco as inteligências pessoais; mas não diz tudo.

Como estamos falando de emoções, fica-se a dúvida: “é possível treinar emoção?”

Vamos pensar assim: Existem emoções que permitiram a sobrevivência da espécie, são as emoções primitivas ou de fundo: preguiça, tédio, entusiasmo, e euforia. Existem as emoções primárias ou básicas, que são reconhecidas em todas as culturas, até em algumas espécies animais, e que são inatas; você pode não compreender o que aquele taxista paquistanês em Nova York está falando, mas pode entender se ele está com medo, raiva, nojo, surpresa, tristeza, ou felicidade. E existem as de convivência ou sociais: que só se manifestam em relação com o outro, que são assimiladas conforme a sua existência, e comunicação com o mundo. São as emoções que não nasceram com você, se desenvolveram ao longo de sua história pessoal: vergonha, culpa, embaraço, simpatia, compaixão, ciúme, inveja, gratidão, admiração, desprezo, indignação, espanto, e orgulho.

Uma coisa que eu acredito é: “se existe algo que você aprendeu,então  você pode fazê-lo melhor.” Então, se você aprendeu a sentir algum tipo de emoção, você pode evoluir nisso.

Não está fácil de assimilar? Vamos então falar em metáforas, que é a língua dos deuses:

“Há muito tempo atrás, seres antigos e poderosos começaram a temer a humanidade. Pois ela havia provado que tinham um imenso potencial, e se eles, os homens, atingissem a plenitude de suas potências, eles, os deuses, perderiam sua função, e sem a necessidade dos homens, os deuses morrem. Então, fizeram um reunião para descobrir onde deveriam esconder dos homens suas próprias potências. Discutiram, brigaram, e não chegaram a lugar nenhum… até que um deles comentou: ‘mas os homens são tão distraídos, não prestam atenção nem neles próprios, que se a gente colocar isso no lugar mais óbvio, eles nunca acharão.’ E foi o que fizeram: decidiram esconder todo aquele poder que o ser humano tem, dentro de cada um. Que é o último lugar que as pessoas procuram.”

Resistência, Força, Velocidade, Agilidade, Equilíbrio, Flexibilidade e Destreza; são as nossas capacidades físicas. Todos nós nascemos com essas potências corporais. E todas elas são treináveis, ou seja, podem ser melhoradas.

Nós temos o equivalente mental de cada uma delas para as nossas emoções.

Então, a resposta que tenho para lhe dar é: “Sim. Você treinar sua capacidade emocional”

Semana que vem, vamos definir e começar a falar sobre essas inteligências?

About Ronaldo Ventura
Ronaldo Ventura é um milionário excêntrico que as noites veste uma fantasia de homem morcego e combate o crime. De dia, ele dirige espetáculos e escreve peças. conheça seu trabalho em www.ronaldoventura.com