INTELIGÊNCIAS CÊNICAS

Posted on Posted in Ronaldo Ventura

Um ator-samurai está em constante busca da melhora. Da melhora de si próprio. Isso significa que além de otimizar o que é útil para sua carreira, também diz respeito a não desperdiçar tempo com informações, procedimentos, e pensamentos, que lhe sejam inúteis. Isso significa agir inteligentemente em prol de suas próprias inteligências.

Eu desenvolvi uma divisão prática das inteligências humanas, de forma que possamos nos desenvolver e elevar nossa qualidade, e a qualidade de nosso trabalho.

Viver é atuar em diversas esferas, diversos planos de relação. Nós agimos em 03 diferentes planos de relação: Agimos e nos relacionamos com as pessoas conhecidas e do entorno imediato à nossa existência; agimos, e somos responsáveis e sofremos reações de nossas ações num âmbito maior, que é a vida em sociedade; e agimos e modificamos o mundo, e a nós mesmos, quando realizamos o nosso trabalho.

E aquilo que denominamos “trabalho”, é a ocupação que mais gastamos tempo na vida. Perceba: você consome um terço da sua vida dormindo; e os outros dois terços podemos dividir em “trabalho” e “lazer”, e a grande maioria das pessoas irá concordar que o tempo que passam “curtindo” é menor que o tempo que passam “ralando”. E nós, além de tudo, temos o trabalho mais difícil do mundo.

A grosso modo, você não precisa ser muito inteligente para executar a maior parte do trabalho necessário para manter o planeta Terra girando, e disponibilizando o essencial para a manutenção da vida; e também não são muitas, em termos de quantidade, as inteligências necessárias para a otimização da sociedade, de forma que essa Vida, que habita esse planeta, tenha uma existência digna, confortável, e com qualidade. Analisando friamente você pode perceber que quanto o mais difícil e primordial o trabalho para a preservação da humanidade – enquanto conceito de “humano”, e não de “número de gente que nasce” – maior será a quantidade de inteligências necessárias para executar esse trabalho. E nós, aqueles que são chamados de: “gente de Teatro”, em nosso trabalho, somente voltadas para as questões técnicas específicas nossas, utilizamos QUATRO destas inteligências. Quando tratamos de nossa relação com outras pessoas, e com a gente mesmo, o que é imprescindível para nossa arte, utilizamos mais TRÊS. As outras duas a gente vai usando, assim, de forma meio mundana…

O que chamei de Inteligências Cênicas são aquelas específicas que tomam forma em nosso trabalho, tanto em sala de ensaio, enquanto prática e treinamento; quanto em cena, enquanto fisicalidade, estado de atuação.

Praticamente, desde Saxe-Meininger, Stanilasvski, e Copeau, viemos exercitando essas inteligências há pouco mais de um século, então haveria pouco a dizer de novidade sobre suas importâncias, e até mesmo a descrição de exercícios seria possível serem apenas uma mera descrição daquilo que você faz em dias de ensaio.

Por isso, após uma pequena explicação sobre cada inteligência, eu vou te descrever uma pequena lista de exercícios que acredito que sejam um pouco diferentes dos praticados em grupo, e são direcionados para as pequenas coisas que você pode fazer por si mesmo.

Caso as informações que você irá receber daqui em diante despertarem um interesse maior em conhecer outros exercícios, outras formas de exercitar sua inteligência cênica, tanto sozinho, quanto com seu grupo em sua sala de ensaio, entre em contato comigo. Pode ser por aqui, pelos comentários, por email, pelo Facebook, não importa; não deixe que a preguiça te impeça de crescer. Lembre-se: não precisamos de atores medíocres!

Te aguardo aqui. Semana que vem.

About Ronaldo Ventura
Ronaldo Ventura é um milionário excêntrico que as noites veste uma fantasia de homem morcego e combate o crime. De dia, ele dirige espetáculos e escreve peças. conheça seu trabalho em www.ronaldoventura.com