INTELIGÊNCIA INTRAPESSOAL

Posted on Posted in Ronaldo Ventura

Sem pensar muito, cite 03 animais. Fale em voz alta antes de continuar o texto.

Já falou? Estou confiando em você.

Defina com poucas palavras as qualidades (boas e ruins) de cada um desses 03 animais.

Já definiu? Continuo confiando em você…

O primeiro animal é como você se .

O segundo é como os outros te veem.

O terceiro é como você realmente é.

Concorda? Discorda? Reflita um pouco sobre isso. Depois volte a ler isso.

Ainda confiando em você, vou te falar uma coisa: “Quanto menos dúvida você tem sobre um assunto, menos você sabe sobre ele.

O tempo que você passou – ou irá passar – refletindo sobre isso, sobre você, é equivalente ao seu grau de inteligência intrapessoal.

Existem vários “Eu’s” dentro de você. E existem vários caminhos para conhecer cada um deles. Existem os caminhos “suaves” e os caminhos “hardcore” – quem você prefere: Kenny G ou Sex Pistols? – Nem todo mundo gosta de se machucar, e nem todo mundo precisa disso. Então eu vou te apresentar uma pequena introdução a respeito disso, e você vai se guiando conforme seu instinto de sobrevivência, ok?

A primeira percepção que você pode ter de você, é a consciência da morte. Sim, você vai morrer. Agora eu te pergunto: O que é que vai morrer com você? Que sentimentos? Que conquistas? Que desejos? Que efeito no mundo irá desaparecer com você, e que efeito a sua ausência irá deixar?

se este fosse um livro de autoajuda, agora eu iria começar a te incentivar a fazer o seu melhor, e a deixar um mundo melhor após a sua passagem por ele. Não é o caso, mas fica a dica.

Tudo isso que irá morrer com você, são manifestações dos seus Eu’s. “Mas qual é o meu Eu Real?

De maneira bem simplória: “Seu Eu Real é aquele que responde mais profundamente com vigor e felicidade a certos sentimentos, pensamentos, e atitudes morais.” – Fácil. #SQN.

Uma maneira de você identificar os seus pequenos Eu’s, é dar nomes a eles. Perceba suas mudanças de humor e atitudes, e coloque nomes, personifique. Com o tempo você irá perceber que seu “eu mimado” só é útil, ou necessário, ou “menos embaraçoso”, em algumas situações, e com poucas pessoas; que seu “eu nervoso” ajuda e atrapalha, e por aí vai… assim, você poderá com o tempo exercer maior controle sobre você mesmo; diminuindo ou aumentando a influência de suas “personalidades”, na busca do seu Objetivo de Vida.

Mas qual é o meu Objetivo de Vida?

Isso só o seu Eu Real poderá saber.

Sugestões:

*Mantenha um diário. Se revele a você.
*Faça Meditação.
*Imagine que sua vida é um filme, e que você é o protagonista. Que tipo de personagem você seria? E o que ele estaria fazendo agora? Você gostaria de ver esse filme?
*Estabeleça objetivos de pequeno, médio, e longo prazo. E tente cumpri-los.

Volte aqui semana que vem. Temos mais a conversar.

About Ronaldo Ventura
Ronaldo Ventura é um milionário excêntrico que as noites veste uma fantasia de homem morcego e combate o crime. De dia, ele dirige espetáculos e escreve peças. conheça seu trabalho em www.ronaldoventura.com