Bazar-Sarau e Sábado Torto (Experiências de Produção)

Posted on Posted in Brinquedo Torto, Grupos, Reflexões, Trup´iê

Os meses de Abril e Maio foram intensos para os grupos Brinquedo Torto (Santo André) e Trup´iê (Diadema), membros do Projeto Potência. Mas não estamos falando exatamente de apresentações. Ambos os grupos vêm buscando alternativas para viabilizar suas ações. No mundo em que vivemos, tudo tem um custo e naturalmente, fazer teatro acaba envolvendo a busca por recursos, financeiros ou não. Cada coletivo, com suas necessidades específicas precisou “rebolar” para fazer as coisas acontecerem. Neste post, vamos refletir sobre a realização dessas ações e como cada uma delas, além de refletir sobre a natureza do grupo, aponta possíveis caminhos de viabilização de recursos.

A Trup´iê, desde 2015, realiza um Bazar, que surgiu com o intuito de levantar fundos para a viagem a Quadra – SP, onde o grupo participou da Mostra Estudantil de Artes Cênicas da Cia 4 Cantos. Ano passado, escrevi fiz uma Papotência Reportagem sobre esta ação. Vale a pena conferir. O que me faz voltar a falar a respeito desta ação é o que está por trás dela e que, ao meu ver, tem sido uma característica única e fundamental do coletivo em questão: o fato de que a Trup´iê tem se tornado uma Comunidade Teatral, que ultrapassa os muros da escola e envolve as famílias. Os pais são elementos tão importantes para o coletivo, que recentemente fundaram um núcleo, que se encontra todas as noites de sextas-feiras para fazer o mesmo que seus filhos fazem: teatro. Com o surgimento do Núcleo Raízes, o bazar ampliou suas ações e os retornos financeiros foram mais substanciosos; e em sua última edição, para envolver mais os jovens, o Bazar se transformou num Sarau e contou apresentações de cenas, leituras de poemas, números de dança, música, piadas e contação de histórias. Resultado: o Bazar, ou o agora Bazar-Sarau passou a ser, além de um momento de captação de recursos, uma grande desculpa para reunir pessoas, um local de encontro, de troca e de aprendizado coletivo.

bazar-sarau1
Bazar-Sarau (Trup´iê)

O Grupo Brinquedo Torto, por sua vez, vem consolidando um núcleo diferente dos já conhecidos núcleos Infantil, Iniciação e Montagem. Chamado de Projeto Autonomia, este núcleo, formado por integrantes mais experientes ou como se costuma dizer no próprio grupo, “os aposentados”, têm a missão de, através da remontagem do espetáculo “Tudo começa pelo fim”, assumir todas as etapas de produção do trabalho. É uma forma de se tornar independentes do diretor, já que todos passam a ser responsáveis por encontrar espaços para apresentações e meios de viabilização financeira. E foi durante o processo de produção do espetáculo que surgiu a oportunidade de participar do FESTA (Festival de Teatro de Araguari – MG), a participação no Festival trouxe grandes aprendizados e um compromisso financeiro de quase quatro mil reais. Uma das formas que o grupo encontrou para cumprir com este compromisso foi realizando o Sábado Torto. De formato livre, o evento, em sua primeira edição, contou com alguns integrantes do grupo se revezando em apresentações de dança, música e poesia, além de contar com cantina e com a venda de livros usados, ou “O Sebo da Dona Aranha”, fazendo referência ao próximo espetáculo, que estréia em Setembro. Resultados extremamente positivos. O pagamento de uma das seis parcelas do já referido compromisso foi conquistado com tranquilidade e o grupo já prepara uma nova ação: O BRINQUEDO TORTO RECEBE, um projeto de ocupação de seu recém certificado Ponto de Cultura. Se você faz parte de um grupo de teatro e não tem lugar para se apresentar, clique aqui e faça sua inscrição. As inscrições vão até dia 20/05.

sabado torto
Sábado Torto (Grupo Brinquedo Torto)

Estes eventos ainda têm fortalecido os laços entre os dois grupos, que normalmente se fazem representar nas ações dos outros. E essas experiências acabam trazendo para os coletivos, além de uma forma de encontrar recursos para a produção de seus espetáculos, grandes possibilidades de “aprendizados mão na massa”. Ou seja, o teatro estudantil, para estes grupos, vem dando a oportunidade aos integrantes que deles participam de vivenciar experiências significativas para muito além do espetáculo que, aliás, é só a ponta do iceberg. O trabalho de ambos os grupos vem ganhando profundidade e ampliando o alcance e o significado de sua ações.

trupebqt

VarleiXavier About VarleiXavier
Professor Xavier é meu herói preferido. Sempre me senti meio mutante, perdido e deslocado, mas o teatro (essa irmandade) me salvou. Desde então, com meus poderes mentais, recruto seres especiais para cumprir minha missão: Levar encantamento ao mundo. Professor, Ator, Dramaturgo, Diretor, Contador de Histórias e Sonhador Potente.